O BIOGÁS

O Biogás é o resultado da decomposição de matéria orgânica em ambiente anaeróbico, através do ataque de bactérias, sendo composto principalmente por metano (CH4) e gás carbônico (CO2). Através de processo de upgrading o biogás é transformado em Biometano, um gás análogo ao gás natural.

 

O aproveitamento do biogás para a geração de energia elétrica, energia térmica e biometano vem ganhando espaço no Brasil e no mundo. Estudo desenvolvido pela Associação Brasileira de Biogás e Biometano - ABiogás, em 2018, indicou que o Brasil é o país com o maior potencial de produção de biogás do planeta, cerca de 84,6 bilhões de metros cúbicos/ano (CIBIOGAS, 2010).

Distillation process is used to produce bio gas at station. Biogas station at the green fi
quadrados2p.png
Situação das plantas de biogás com fins energéticos no Brasil em 2019

A principal fonte de substrato utilizada para produção de biogás em sistemas de biodigestão no Brasil é a agropecuária, representando 80% das plantas em operação no país, por outro lado, sua contribuição no volume total de biogás do país é de 12%. Já plantas que processam resíduos sólidos urbanos ou efluentes de estações de tratamento de esgoto representam 8% das plantas em operação, porém, são responsáveis por 76% do biogás produzido no país.

A Arquea tem em seu pipeline atual, projetos para alcançar 50MM Nm³/ano de biometano em fase conceitual, pré-viabilidade ou viabilidade no estado do Rio Grande do Sul, pretendendo avançar para implantação a partir de 2023.